Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2006

Que Deus é esse?

Ao dirigir hoje pela rua, me deparei com uma frase, no vidro traseiro de um carro, que me chamou a atenção e dizia o seguinte: "O meu Deus é um Deus de milagres" Acredito, que é possível se perceber o posicionamento errôneo de tal assertiva, senão vejamos: 1) Quando se diz "O meu Deus (...)" se incorre em dois erros graves: a) Se coloca Deus, como pertencente a pessoa, como sua propriedade, enquanto somos nós que pertencemos, ou melhor colocando, somos filhos de Deus. b) Ao pronunciar tais palavras, abrimos para existência de tipos de Deus, pelo menos fica implícito de cara, que se existe "O meu Deus", sendo este diferente do Deus dos outros. 2) "O meu Deus (...)" então é discriminatório e religiosamente incorreto. Discriminatório, tendo em vista, o colocado no sub-item "b" e religiosamente incorreto, no instante, que Deus deixa de ser um só, para ficar dividido em diversos tipos. 3) Ao caracterizar este meu Deus como "(...) um Deus de m…

Ai Ei Eiô, Mamãe Oxum!

Imagem
OXUM Salve o dia 08 de Dezembro! Ai Ei Eiô, Mamãe Oxum!
Mitos, Lendas, Associações e principais características! Logo que todos os Orixás chegaram à terra, organizavam reuniões das quais mulheres não podiam participar. Oxum, revoltada por não poder participar das reuniões e das deliberações, resolve mostrar seu poder e sua importância tornando estéreis todas as mulheres, secando as fontes, tornando assim a terra improdutiva. Olodumaré foi procurado pelos Orixás que lhe explicaram que tudo ia mal na terra, apesar de tudo que faziam e deliberavam nas reuniões. Olodumaré perguntou a eles se Oxum participava das reuniões, foi quando os Orixás lhe disseram que não. Explicou-lhes então, que sem a presença de Oxum e do seu poder sobre a fecundidade, nada iria dar certo. Os Orixás convidaram Oxum para participar de seus trabalhos e reuniões, e depois de muita insistência, Oxum resolve aceitar. Imediatamente as mulheres tornaram-se fecundas e todos os empreendimentos e projetos obtiveram resultado…

Eparrei Minha Mãe Iansã!

Imagem
IANSÃ Salve o Dia 04 de Dezembro! Eparrei Oyá! Mitos, Lendas, Associações e Principais Características Senhora da Tarde, Dona dos Espíritos, Senhora dos Raios e das Tempestades. Oyá, mais conhecida no Brasil como Yansã, foi uma princesa real na cidade de Irá, na Nigéria em 1450a.C.. Sobrinha-neta do rei Elempe e neta de Torossi(mãe de Xangô), conquistou com valentia, coragem e dedicação seu caminho para o trono de Oyó. Conhecedora de todos os meandros da magia encantada, nunca se deixou abater por guerras, problemas e disputas.
Foi mulher de seu primo Xangô e ajudou-o a conquistar vários reinos anexados ao Império Yorubano. Porém, abandonou-o em defesa de sua cidade natal, disposta a enfrentá-lo.
Oyá recebeu, de Olorun, a missão de transformar e renovar a natureza através do vento, que ela sabe manipular. O vento nem sempre é tão forte, mas, algumas vezes, forma-se uma tormenta, que provoca muita destruição e mudanças por onde passa, havendo uma reciclagem natural. Normalmente, Oyá sopra a …